Recomeçando mais um ano e homenageando uma flor…

por Fabiana Saddi

Depois deste mês inteiro em que fiquei de férias (e espero que vocês tenham aproveitado e bebido muito Champagne!), muitas novidades tenho para trazer aqui e, quem sabe, incentivar quem não tem muito costume de tomar aquela “tacinha”  no almoço ou jantar durante a semana. Vinho é celebração, é encontro, é vida, é saudável.

Por outro lado, gostaria também de tirar aquele estigma de que degustar é assunto de gente chata. Nada disso! Degustar vinho é uma forma de aprender mais sobre ele e, a medida que aprendemos mais, podemos apreciar melhor essa bebida. Degustar é experimentar novos sabores, cheiros, sensações. É dividir impressões e informações, enriquecendo o conhecimento. É compartilhar, pois vinho nunca se bebe sozinho.

Neste primeiro post do ano vou falar sobre um vinho que sempre gosto muito de degustar, e que nestes dias atrás pude fazê-lo novamente: Amancaya *. Produzido em Mendoza, Argentina, pela Bodega CARO (uma associação entre duas das vinícolas mais  tradicionais do mundo: a argentina Nicolas Catena e a francesa Barons de Rotschild – Lafite), ele passa por barricas de carvalho frances.

O seu blend eh formado pelas uvas Malbec e Cabernet Sauvignon (na safra de 2010, 65% e  35%, respectivamente), e que todos os anos recebe sempre notas muito boas dos críticos. Esta safra recebeu 91 no Robert Parker..

De um vermelho-rubi intenso, tem entre seus aromas notas de frutas vermelhas como morangos, cassis e cerejas, e de frutas vermelho- escuras, como ameixa e blackberry. Baunilha, especiarias e mocha também estão presentes. Os taninos são equilibrados, é elegante, macio e o custo beneficio muito bom: em torno de R$ 60,00.

Vale a pena decantar uns minutos antes de degustar essa bebida, verdadeiramente dos deuses! Ta aí uma nova “desculpa” para um bom papo com os amigos…

Até a próxima!

 * Amancaya é uma flor dos Andes usadas pelas índias de Mendoza para enfeitar os cabelos na Primavera.

Posts relacionados:

Um vinho campeão
SATAY EM SP
Loews Regency Hotel, Manhattan Ny

Comentários

comentários